FANDOM


Elfo-do-Mar
Elfo-do-Mar
Elfos-do-Mar

Divindade Patrona

Grande Oceano [1]

Tempo de Vida

desconhecido

Idiomas

desconhecidos

Altura

desconhecida

Peso

desconhecido

Primeira Aparição

Dragão Brasil 49

Elfo-do-Mar

Categoria

desconhecida

Habitat

Oceanos, mares e fontes de água salgada[2]

Tendência

desconhecida

Primeira Aparição

Dragão Brasil 49

Última Aparição

Trog!

Os elfos-do-mar são habitantes misteriosos e reclusos das profundezas dos oceanos de Arton, com pouca semelhança a seus primos distantes das terras secas. Foram criados pelo Grande Oceano há cerca de 1 bilhão de anos[1]. Enquanto a raça humana predomina em terra firme e os elfos terrestres perderam seu reino em Arton-sul, no mar podemos encontrar vastos reinos dominados pelos elfos-do-mar[3].

Aparência Física e VestimentasEditar

Elfos-do-mar têm a compleição física, as orelhas pontiagudas e olhos amendoados de suas contrapartes da superfície (que, dizem algumas lendas, teriam evoluído a partir de suas versões marinhas[4]), mas as semelhanças físicas terminam aí. São criaturas de pele perolada ou azul-acinzentada, como os golfinhos. Os olhos e cabelos têm cores que variam de indivíduo para indivíduo: verde, azul, roxo, rosa e, mais raramente, vermelho ou dourado. Quando estão na água, respiram pelas narinas e expelem a água por seis fendas branquiais nas costas. Em terra, essas fendas se fecham e os pulmões funcionam de forma normal. Algumas raças têm membranas entre os dedos, enquanto outras têm mão e pés normais - mas com nadadeiras nas laterais das pernas e antebraços[3].

Elfos-do-mar vestem muito pouca roupa. Quase sempre apenas tangas na parte inferior, feitas de couro de peixe ou fibras de alga-marinha. Armaduras seriam inaceitáveis, exceto certas peças raras, desenhadas para não interferir com a natação. As elfas usam na parte superior peças feitas de conchas, ou conservam os seios nus - afinal, como seu peso não é incômodo embaixo d'água, não existe qualquer razão para cobri-los. Seus seios não têm mamilos; estes só aparecem na época da amamentação[3].

Características da RaçaEditar

Elfos-do-mar não enxergam na penumbra, mas possuem um sonar com alcance de 120m (apenas embaixo d'água). A maior parte deles tem a capacidade de se transformar em uma criatura marinha (quase sempre um golfinho ou lontra-marinha, mas depende do que existe no coração de cada um), ganhando os mesmos poderes e habilidades da forma animal, mas sem poder conjurar magia. Essa habilidade funciona apenas embaixo d'água; um elfo transformado ainda pode sair da água se sua forma animal é capaz disso, mas não poderá voltar ao normal. Um elfo-do-mar sempre irá reconhecer outro, não importando a forma que possua no momento[3].

Um elfo-do-mar pode viver em terra firme, mas a permanência no mundo seco provoca imensa dor e debilitação de seu organismo, dificilmente durando mais que 5 ou 6 dias neste estado. Mergulhar em água do mar restaura suas funções em cerca de quinze minutos. Água doce não restaura sua saúde, mas detém e impede a degeneração - na verdade, se mergulhar em água doce ou salgada pelo menos a cada dois dias, um elfo-do-mar poderia viver em terra sem problemas. Como armas favoritas, preferem o tridente, o arpão e a rede [3].

Cultura e Comunidades de Elfos-do-MarEditar

Ao contrário dos elfos sem pátria espalhados em terra firme, os elfos-do-mar vivem em comunidades - ou mesmo reinos. Sabem lutar quando preciso, mas são pacíficos, vivendo em harmonia com a natureza. Os golfinhos são seus maiores amigos, e as únicas criaturas em quem realmente confiam. Odeiam tubarões, caçando e matando esses predadores assim que os encontram[3].

Algumas comunidades de elfos-do-mar têm um tabu muito rigoroso a respeito de mulheres e armas: uma elfa é responsável apenas pela colheita de vegetais ou pequenos animais, fabricação de roupas e utensílios, preparação de comida e outras atividades domésticas. Elas são proibidas de caçar, pescar ou lutar. Não é permitido a elas assistir os treinos de combates dos elfos. Não podem nem mesmo tocar em armas - uma arma tocada por uma elfa será imediatamente destruída, pois acredita-se que se tornou uma arma maldita. Essa crença é tão forte que se um elfo-do-mar usa uma arma que acredite ter sido tocada por uma mulher terá dificuldade em utilizá-la[3].

Os elfos-do-mar têm tecnologia muito primitiva. Embaixo d'água eles não podem acender fogo e nem forjar metais, elementos indispensáveis para uma civilização avançada. Eles fabricam suas armas e ferramentas com pedra, coral e madrepérola. Também sabem aproveitar partes de animais marinhos: usam conchas e cascos de tartaruga como escudos, e garras de crustáceos gigantes para fazer machados, espadas e lanças. Embora reclusos, eles também podem negociar armas e ferramentas metálicas com habitantes da superfície[3]. Na terra seca, têm dificuldade a se acostumar com a "mania" dos povos terrestres de cobrir o seu corpo[5].

ReligiãoEditar

Naturalmente, a divindade principal dos elfos-do-mar é o Grande Oceano. Sua religião acredita que o próprio mar à sua volta forma o corpo desse deus, e que enquanto continuarem imersos estarão seguros sob sua bênção. Não é de admirar, portanto, que eles vejam o "mundo seco" como um lugar maldito, longe da proteção divina[6].

São os xamãs do Grande Oceano que orientam as vilas e aldeias dos elfos-do-mar, com seu papel sendo ensinar a comunidade à viver em harmonia com o mar e seus habitantes. Entretanto, os elfos-do-mar também cultuam a Moréia de Fogo (outro nome para a Divina Serpente) e possuem certo respeito pela Dama de Olhos Tristes (nome pelo qual eles conhecem Glórienn)[6].

Elfos-do-Mar NotáveisEditar

CuriosidadesEditar

  • Os elfos-do-mar são um dos elementos que já existiam na revista Dragão Brasil antes do próprio cenário de Tormenta, sendo incorporado a ele desde o princípio[7].

Notas e ReferênciasEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória