FANDOM


Forte Hedryl
Forte Hedryl
Forte Hedryl

Categoria

Posto Militar Avançado [1]

Localização

Petrynia [1]

Comandante

Beatrice Korah [1]

Aliados

Brian Corbade, Soline Lantas, Tork[1]

Inimigos

Deenar Dhanariatis, Elfos-do-Mar e criaturas marinhas do Mar Negro[1]

Primeira Aparição

Tormenta - 1ª Edição

Última Aparição

Trog!

O Forte Hedryl é uma torre fortificada na costa de Petrynia que serve como posto avançado, protegendo o reino contra ataques de monstros marinhos. Ela foi erguida pelas autoridades locais do reino para evitar que a cidade de Curanmir pudesse ser tomada por um ataque de elfos-do-mar. O forte é abastecido quinzenalmente com suprimentos pelo mercador Kino [1].

HistóriaEditar

Desde sua fundação, o forte teve um cavaleiro, clérigo ou paladino de Khalmyr como seu comandante - tradição que vem sido mantida até os dias de hoje. Em tempos recentes, o recém ordenado paladino Brian Corbade foi designado para comandar o forte - o que para ele era um dever e privilégio. Em meio às ondas o mal espreitava na forma de elfos-do-mar e outros monstros, cujo papel dele era deter[1].

O paladino treinava pessoalmente todos os novos soldados, incluindo o jovem Tomas Lantas - que seria morto mais tarde pelos elfos. Brian teria que lidar com a culpa e com um monstro rondando o forte, além da chegada da irmã de Tomas - Soline, que veio juntamente com a carroça de Kino em busca de seu irmão[1].

Ao mesmo tempo, o forte foi atacado pelo bando de Deenar Dhanariatis, que feriu Brian mortalmente. Ele só foi salvo pela intervenção do troglodita anão Tork - que foi então aceito na torre, treinado em combate e ensinado sobre a linguagem e os costumes dos humanos. Soline, que descobriu que seu irmão estava morto, também permaneceu. Mais tarde, ela quase pereceu em um novo ataque de Deenar, sendo salva pelos poderes de cura de Brian[1].

O novo ataque foi o estopim para que Tork decidisse abandonar o forte e ir morar longe da humanidade. Brian também decidiu abandonar o comando do forte, cumprindo uma promessa feita ao amigo troglodita. Ele pediu à ordem de Khalmyr uma transferência para o reino de Yuden, acompanhando Soline em sua viagem[1].

Com a partida de Brian, a atual comandante do forte é Beatrice Korah, nativa da cidade de Trandia. Dizem que sua nomeação como comandante do forte seria parte de um teste elaborado de seus superiores na ordem de Khalmyr para saber se ela pode lidar com seu desejo de vingança contra os elfos-do-mar, que teriam matado seu grande amor[1].

ContingenteEditar

Forte Hedryl abriga confortavelmente até 50 soldados e 5 oficiais, mas em tempos de necessidade pode abrigar até 110 pessoas por tempo limitado e sem muito conforto. Atualmente, ele conta com 35 soldados (quase todos combatentes comuns, equipados com camisão de cota de malha e armas simples, como espadas curtas, lanças curtas, clavas, maças, arcos curtos ou bestas leves) e 7 trabalhadores (plebeus que cuidam dos estábulos, cozinha e oficina do ferreiro)[1].

EstruturaEditar

A construção é sólida, feita de pedra e alvenaria. As paredes externas atingem 4m de altura. Uma enorme porta dupla de madeira reforçada fecha a entrada, que fica voltada para o continente. O complexo também inclui quatro torres de vigia (a maior delas tem 6m) e o prédio principal (unido a uma das torres), que abriga os alojamentos, uma sala de conferência e uma grande capela dedicada a Khalmyr. Outra estrutura inclui o refeitório, uma cozinha com dispensa, o arsenal, um estábulo e a oficina do ferreiro[1].

Ocupantes IlustresEditar

CuriosidadesEditar

  • Em sua primeira versão, ainda no Tormenta - 1ª Edição, a história do Forte Hedryl era um pouco diferente (e mais trágica). Nela Deenar era uma lagosta-demônio no comando de um grupo de monstros marinhos que era morto por Tork em sua primeira investida à torre - o que levava os soldados da mesma a aceitarem o troglodita em suas fileiras. Posteriormente, o posto avançado havia sido atacado por um batalhão de goblins, hobgoblins, orcs e outros humanóides, em um combate do qual apenas Tork emergiu sobrevivente. O troglodita então suspeitava que o ataque pudesse ter alguma relação com a Aliança Negra, e tinha como objetivo caçar o responsável[2].

ApariçõesEditar

Notas e ReferênciasEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.