FANDOM


Sszzaas
Sszzaas.gif
Sszzaas

Outros Nomes

Corruptor; Khassir-Thalier ("Demônio da Noite", entre os elfos); Senhor das Víboras; Zhariesk (entre os dragões)[1]

Status

Vivo [2]

Ocupação

Divindade Maior [3]

Portfólios

Serpentes Venenosas, Intriga, Traição [1]

Sumo-Sacerdote

Nekapeth[1]

Primeira Aparição

Tormenta - 1ª Edição

Última Aparição

Linha do Tempo de Arton (site)

Classe e Nível

desconhecidos

Tendência

desconhecida

Sszzaas é o Deus da Traição, da Intriga e das Serpentes Venenosas, o senhor da mentira e da perfídia, uma das vinte divindades maiores do mundo de Arton e uma das únicas criaturas presentes durante a criação do mesmo[3]. Astuto e sagaz, este deus também era venerado por diversas raças de criaturas reptilianas (como alguns dragões e os malignos, traiçoeiros e venenosos povos-serpente) e por aqueles que lidavam diretamente com intriga, como políticos, espiões e assassinos[1].

Sszzaas era temido pelos outros deuses do Panteão - nem tanto por seu poder, mas por sua incrível inteligência e espantosa capacidade manipuladora. Colocar um deus contra o outro era um feito comum para ele, desde que ganhasse algo com isso. Ainda que o símbolo sagrado de Sszzaas seja pouco conhecido, ele tem a aparência de um polígono de sete lados, com a imagem de uma cobra naja vertendo veneno pelas presas[1].

O Grande PlanoEditar

Poucas décadas após a Revolta dos Três, Sszzaas começou a arquitetar um plano para tomar o controle do Panteão, sussurrando a Nimb a ideia de criar os Rubis da Virtude. Mais tarde, sorrateiro e silencioso, o Grande Corruptor fez o impensável. Ele se esgueirou pelos planos e roubou todos os Rubis da Virtude, um a um. Foi um trabalho paciente, sempre esperando durante séculos - ou até milênios - pelo momento certo para surrupiar a gema sem ser notado. Então, um dia, ele conseguiu reunir todas. Sszzaas decidiu escondê-las em Arton - as gemas foram entregues a clérigos de sua ordem e guardadas em lugares secretos[1].

Sua intenção era óbvia: destruir as gemas de todos os outros deuses e ser o único membro do Panteão. Contudo, justamente quando tentava descobrir qual era sua própria gema, Sszzaas foi apanhado por Khalmyr, que condenou o deus maligno, prendendo-o em um de seus avatares - uma forma mortal - e destruindo-o com a ajuda de outros deuses. Mas a verdade é que o Corruptor apenas fingiu a própria destruição; enfraquecido, mas ativo, ele ainda não perdeu seu lugar entre os vinte deuses principais. Sszzaas passou a vagar por Arton em uma forma fantasmagórica, sem corpo, tramando e planejando seu grande retorno[1]. Seus clérigos passaram a ser caçados, até que 100 anos depois sua ordem foi aparentemente extinta[2].

A Volta do Grande CorruptorEditar

Em sua forma verdadeira, Sszzaas é uma serpente monstruosa com seis olhos. Atualmente um deles está faltando: ele pode ser encontrado no cetro de Niele, a elfa arquimaga, que ele utiliza para manipulá-la. Sszzaas ficou muito tempo sem clérigos e sacerdotes. Durante muito tempo ele buscou reerguer sua ordem, influenciando mortais a propagar sua "obra" e tentar trazê-lo de volta. Para isso, era capaz de fazer qualquer acordo[1], e inclusive trouxe de volta da morte um de seus mais pérfidos e poderosos servos, o homem-serpente Nekapeth[4].

Uma destas tentativas ocorreu em tempos recentes, quando fez um pacto com o sumo-sacerdote de Keenn, Mestre Arsenal, para realizar um grande ritual de invocação. Não se sabe que prêmio havia sido oferecido a Arsenal em troca, ou porque o próprio deus Keenn não interferiu. De qualquer forma, o plano foi frustrado graças à atuação de um grupo de heróis junto dos Holy Avengers - mas rumores dizem que, mesmo incompleto, o ritual foi suficiente para permitir ao Corruptor recuperar parcialmente seu corpo físico. Com esse "pseudo-avatar" ele teria vagado por Arton, cuidadosamente reunindo mais poder, de forma tão sutil que os outros deuses nem perceberam[1].

Mais recentemente, porém, Sszzaas foi bem-sucedido em seu estratagema, envolvendo o herói caído Paladino de Arton em seus planos e conseguindo retomar seu lugar no Panteão[2].

Relações com o PanteãoEditar

Desde sua aparente destruição, Sszzaas passou muito tempo sem relações com o Panteão, ocultando sua existência dos demais deuses. Ele pretendia se aliar a Nimb para ajudá-lo a derrubar Khalmyr e assumir o comando definitivo do Panteão, pretendendo ficar ao seu lado como conselheiro (até surgir uma chance de traí-lo, é claro!). Lin-Wu se coloca contra Sszzaas por ser um deus trapaceiro; mas Hyninn, o deus da trapaça, costuma se considerar seu grande rival, uma vez que Sszzaas foi o único realmente capaz de desafiar sua esperteza[1].

Ver TambémEditar

ApariçõesEditar

Notas e ReferênciasEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória