FANDOM


Vectorius
Vectorius.jpg
Vectorius

Status

Vivo [1]

Ocupação

Arquimago e prefeito de Vectora [1]

Origem

desconhecida

Gênero

Masculino[1]

Espécie

Humano[2]

Primeira Aparição

Dragão Brasil 49

Última Aparição

Manual de Classes de Prestígio

Classe e Nível

Mago 28[3]

Tendência

Leal e Neutro[3]

Vectorius é um dos mais poderosos magos viventes, o prefeito e construtor da cidade-mercado de Vectora, comparado apenas a Talude, Mestre Máximo da Grande Academia Arcana. Vectorius sempre acreditou que a magia nada vale sem um propósito. Seus estudos sempre têm um objetivo prático: a magia não deveria ser vista como uma arte, mas sim como uma ferramenta poderosa. Para Vectorius, as forças mágicas deviam servir ao homem, e não ser alvo de idolatria como um deus[3].

Esse ponto de vista lhe valeu a antipatia de Talude, o Mestre da Academia. Talude venera a magia, elevando-a ao estado de arte, assim como a pintura e a poesia. Talude chega a afirmar que a magia seria a síntese de todas as outras artes. Outro aspecto na discordância dos dois magos reside no fato que Talude ensina magia a todos os interessados, como se fosse uma religião. Vectorius, pelo contrário, acredita que magia é poder - e o poder não deve ser entregue a qualquer um. Em sua opinião, algumas magias deveriam ser afastadas de magos "irresponsáveis" e sedentos de poder. Ao comandar a Grande Academia Arcana em Valkaria, Talude se coloca totalmente contra as crenças de Vectorius[3].

A rivalidade entre os dois arquimagos se tornou lendária, a ponto de que é comum que um deles se irrite a simples menção do nome do outro. O orgulho faz com que ambos deixem de resolver questões importantes por não poderem trabalhar em conjunto - como o mistério do por que Vectora, uma vez a cada mês, existe ao mesmo tempo em dois mundos diferentes (ou até mais de dois). Isso não impede, porém, que ambos trabalhem juntos para resolver questões fundamentais da humanidade, como a ameaça da Tormenta[3].

HistóriaEditar

Origens e AventurasEditar

Durante anos, Vectorius perambulou pelo mundo como um aventureiro comum, atuando ao lado de heróis que até hoje são gratos ao mago. Conta-se que até mesmo o grande Paladino de Arton teria sido, um dia, seu colega de batalhas (e, dizem alguns rumores, seria na verdade seu próprio filho). Um dia, após acumular uma fortuna considerável, Vectorius abandonou as aventuras e fixou-se em uma pequena cidade próxima a Triunphus, de onde estabeleceu contatos com comerciantes de todo o mundo[3].

Neste período, durante uma de suas viagens de negócios, Vectorius encontrou acidentalmente uma caverna e ficou surpreso ao encontrar ali grande quantidade de livros antigos - coisa um tanto rara no covil de um monstro. Enquanto examinava o conteúdo de alguns tomos, foi surpreendido pela chegada da esfinge Baarlukia; felizmente o arquimago conseguiu se explicar antes de ser tomado por um ladrão ou invasor. Vectorius descobriu que a esfinge tinha grande paixão pela palavra escrita, e andava sempre ansiosa por novas "histórias interessantes" - anos mais tarde, iria convidá-la para embarcar em seu maior projeto[3].

Com exceção destas breves viagens, Vectorius ainda estaria em sua pequena cidade até os dias de hoje, não fosse uma obsessão que o perseguia: a utilização concreta da magia para ajudar no avanço da humanidade[3].

O Encontro com TaludeEditar

O primeiro encontro entre Vectorius e Talude ocorreu há quase 150 anos, por obra do destino, durante a tradicional Grande Feira de Malpetrim. A rivalidade entre os dois começou minutos depois, com uma discussão acalorada que por muito pouco não terminou em bolas de fogo! Talude então desafiou Vectorius a provar que a magia deve ser uma "ferramenta", usando-a para construir algo capaz de melhorar a vida no mundo. Vectorius aceitou, e prometeu que sua obra seria ainda mais grandiosa que a Academia Arcana de Talude[3].

Ainda durante a Feira, Vectorius conversou com um amigo mercador que se queixava das longas viagens que sua profissão exigia. Ele dizia sentir falta de sua família e do conforto do lar. "Se ao menos houvesse um meio de trazê-los comigo na caravana" devaneou ele, em voz alta[3].

A Construção de VectoraEditar

O comentário acendeu uma fagulha na mente de Vectorius. Durante os anos seguintes ele dedicou-se a um grande e misterioso projeto: seus servos apenas percebiam que o mestre pesquisava mapas de rotas comerciais, examinava relatórios sobre o clima, e fazia entrevistas secretas com grandes comerciantes em todo o mundo: Salini Alan, o homem mais rico de Triunphus, era visto com regularidade em sua torre[3].

Um dia, quando todos os preparativos estavam prontos, Vectorius realizou seu maior feito: fez levitar uma montanha inteira, onde começou a construção da cidadela de Vectora. Usando magia poderosa e criaturas sobrenaturais como operários, o mago conseguiu concluir a construção em poucos anos[3].

A inauguração de Vectora ocorreu há mais de 120 anos, e Vectorius continua a comandar a cidade - sem que pareça ter envelhecido um ano sequer. Durante esse tempo Vectora teve sua população aumentada para 42.000 habitantes (sendo mais de 30.000 comerciantes), ganhou sua Milícia de soldados e forjou alianças com povos e criaturas poderosas. Conta-se que o próprio Mestre Arsenal costuma visitar a cidadela para tratar de negócios, e até o Lorde Niebling tem bom contato com Vectorius[3].

Momento AtualEditar

Curiosamente, mesmo após o sucesso total da obra de Vectorius, Talude até hoje não reconhece sua capacidade. Alguns dizem que ele não aceita ter sido vencido. Mesmo assim, seus aprendizes na Grande Academia Arcana criticam a cidade, afirmando que Vectorius deixou de ser um mago e se vendeu por um punhado de ouro. Outros discordam, acreditando que Vectorius seria o maior mago daquele mundo e que Talude já estaria mostrando sinais de senilidade. Quanto ao próprio Vectorius, ele se considera vitorioso. Sua cidade é - a seu ver - a maior realização de um único homem, e prova mais que suficiente de sua capacidade[3].

Atualmente, o grande mago emprega quase todo o seu tempo administrando Vectora. Instalado em sua torre, ele conta com a ajuda do Conselho dos Seis para cuidar do Mercado nas Nuvens, e dificilmente se envolve em problemas "domésticos" da cidade - sendo apenas seu juiz quando a situação assim exige. Nos últimos anos ele parece ter se tornado um tanto distante e arrogante, como se estivesse acima dos homens comuns. E muitos acham que ele realmente está[3]. Vectorius é amigo e cliente do mestre-charuteiro Pimbo Froley[4].

Mas o distanciamento de Vectorius tem outras razões. Ele anda preocupado com rumores sobre um vasto exército de goblinóides se formando em Lamnor, sob o comando de um grande comandante bugbear. Uma guerra seria um desastre para o comércio em todo o continente[3].

E existe a Tormenta. A tempestade mística que deixa os céus sangrentos e despeja monstros sobre o mundo. Até agora o macabro fenômeno ocorreu apenas em regiões remotas, mas os cálculos de Vectorius não deixam dúvidas: logo a Tormenta vai atingir grandes centros populacionais, e a tragédia será total. Vectorius teme que nem mesmo seu imenso poder seja capaz de repelir a ameaça[3].

Habilidades e EquipamentoEditar

Vectorius é um arquimago de poderes extraordinários e riqueza absurda. Ele tem acesso a praticamente todas as magias e itens mágicos conhecidos no mundo de Arton e além. Capaz até mesmo de fazer montanhas levitarem e controlar a existência de portais em sua cidade, existem poucas coisas que estão além dos poderes de Vectorius[3].

Ele é um especialista em magias ligadas à terra, sendo um dos poucos magos que conhecem a magia de Terremoto, mas é capaz de manipular todos os outros elementos com extrema eficiência[3]. Vectorius é o suposto criador das magias da Rocha Cadente, da Mansão Magnífica[5] e da Teleportação Infalível. Ele também tem uma série de magias aplicadas sobre ele mesmo através de Permanência, como Armadura Mental[6]. Rumores dizem que ele possui a pretensão de se tornar um lich, mas isso parece pouco provável. Outros rumores também falam sobre um exército de gárgulas de ferro que ele ergueu para proteger Vectora de quaisquer possíveis ataques, mas ninguém que possa ter visto este exército tocou no assunto em algum momento[3].

CuriosidadesEditar

ApariçõesEditar

Notas e ReferênciasEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória